UOL Carros Grupos de Discussão

25/11/2010

Bravo, novo hatch médio da Fiat, fará sucesso? Stilo deixa saudades?

A Fiat anunciou oficialmente que o Stilo, seu hatch médio, saiu de linha. Lançado em 2002, o carro -- que ainda pode ser encontrado em estoques de algumas concessionárias -- emplacou cerca de 100 mil unidades no Brasil. Ultimamente, dividia o topo da gama da Fiat no país com o sedã Linea, mas ocupava a incômoda posição de carro menos vendido no portfólio da líder de mercado Fiat.

De janeiro até o final da primeira quinzena deste mês, o Stilo emplacou 6.170 unidades no país, de acordo com a Fenabrave -- 3,68% do segmento dos hatches médios e um quinto do que vendeu o i30 no mesmo período.

 

Admirado por muitos, mas -- como mostram os números -- dirigido por poucos, o Stilo enfrentou de peito aberto concorrentes como Volkswagen Golf e Chevrolet Astra (que evoluiram pouco, assim como o Stilo), bem como Ford Focus e Hyundai i30, mais tenazes. Até mesmo o Punto, da própria Fiat, passou a canibalizar as vendas do Stilo.

É o Bravo (foto), apresentado em evento no Rio de Janeiro (RJ), quem assume agora a posição de hatch médio da Fiat.

Por que o Stilo era tão bem falado, mas vendia pouco? Você acha que o Bravo fará sucesso e incomodará i30 e Focus? Opine

22/11/2010

Você pagaria R$ 48 mil a mais por um Fusion híbrido?


A Ford lançou oficialmente na sexta-feira (19), em São Paulo, a versão híbrida do Ford Fusion, que chega como integrante da linha 2011 do modelo. O preço do carro, bem completo e com teto solar, é de R$ 133.900. São quase R$ 48 mil a mais que o 2.5 convencional -- o equivalente a 18,4 mil litros de gasolina (a R$ 2,60).

A proposta do Fusion Hybrid é gastar e poluir menos do que seus irmãos convencionais, mas sem perder suas características mais desejadas -- inclusive a performance com toques de esportividade. Pois a Ford, após realizar testes específicos, garante que está oferecendo um sedã "grande de luxo" com desempenho de 2.5 e consumo (e emissões poluentes) de 1.0 "pelado".

Bom de vendas nos EUA, o Fusion Hybrid emplacou, de janeiro até outubro último, cerca de 18 mil unidades, contra 12.300 do segundo colocado entre os sedãs híbridos (Toyota Camry, com 12.300 unidades).

Você pagaria R$ 48 mil a mais por um Fusion híbrido? Deixe sua opinião sobre o carro.