UOL Carros Grupos de Discussão

27/07/2010

A política 'Elétricos vs. Flex' é correta? Opine

O anúncio foi feito na segunda-feira (26), mas o complemento prático só saiu nesta terça-feira (27) com o aval do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que assinou uma medida provisória (MP) isentando do pagamento de tributos os projetos de inovação tecnológica que contam com recursos públicos. A medida, que faz o governo abrir mão de quase R$ 254 milhões em impostos ainda este ano, não é específica para o setor automotivo, mas espera-se que ela ajude a destravar o desenvolvimento de veículos elétricos no país. A definição de medidas específicas para o nicho, no entanto, foram novamente adiadas.

De acordo com o ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, parte da MP de incentivo à inovação tecnológica prevê a eliminação gradual do imposto de importação de peças automotivas ligadas ao desenvolvimento e fabricação de novos projetos, atualmente em 40%. Em agosto, a alíquota cai para 30%, chegando a zero até maio de 2011. A medida terá vigor a partir desta quarta-feira, com a publicação da MP no Diário Oficial e pode dar ajudar, por exemplo, a reduzir os custos de fabricação de baterias e componentes de veículos elétricos.

*As informações são do UOL Carros.

A política 'Elétricos vs. Flex' é correta? Opine.